4 de fev de 2012

CONFISSÕES DE UM LIVRO

Amanhece
O primeiro raio de sol aparece
O raio do meu despertar
E eu desperto pra vida
Tudo em mim também amanhece
Sou dia novo que acontece
Dia alegre de esperança
Dia feito criança
E ao longo de minha tarde
As emoções a bailar
Idéias que vão brilhar
Mistérios pra desvendar
Enfim quando anoitecer
Sou última página a virar
De tudo que fui,
Um pouco
Para sempre vai ficar.
(Iêda Maria Kucera)

Nenhum comentário:

Postar um comentário